Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Wines & Whispers

Um blog para quem, como eu, procura descobrir, entender e partilhar as histórias que uma garrafa de vinho tem para contar.

Wines & Whispers

Um blog para quem, como eu, procura descobrir, entender e partilhar as histórias que uma garrafa de vinho tem para contar.

VALLADO Quinta do Orgal Tinto 2014

Vallado Quinta do Orgal 2014 (1).JPG

 

 Adquirida em 2009 pela Quinta do Vallado,com o intuito de poder alargar a sua área de produção, a Quinta do Orgal encontra-se localizado no Peso da Régua e tem já mais de 30 hectares de vinha plantados, em encostas orientadas a norte, com altitudes entre os 120 e os 330 metros, em solos predominantemente xistosos.

 

 Em Maio de 2016 foi lançado o primeiro vinho feito exclusivamente a partir das vinhas orgâncias da Quinta do Orgal - Vallado Douro Superior Organic Vineyards.

 

Notas de Prova : 

 

Rolha em excelente estado, molhada na base.

 

É um vinho que apresenta cor rubi intensa, muito viva, com um aroma floral exótico exuberante, próprio da casta Touriga Nacional, e fruta vermelha madura. 

 

No palato, é um vinho com muito bom corpo, enche a boca com os seus taninos gulosos e bem redondos, com muito boa acidez e uma frescura assinalável.

 

Termina longo, com muita persistência, todo ele a seduzir o seu provador para o próximo gole.

 

Classificação Pessoal : 17,0 valores

 

RegiãoDouro
Tipo de Vinho     Tinto
Ano2014
ProdutorVallado
CastasTouriga Nacional, Touriga Franca e Souzão
Teor Alcoólico14,00 %
ConsumoBeber

Vinhos de Portugal 2017

Vinhos de Portugal 2017 (1).jpg

 

Realizado no passado dia 19 de Maio, na Pousada do Convento de Arraiolos, o Concurso Vinhos de Portugal 2017 premiou os melhores vinhos nacionais e foi, uma vez mais, um ponto de encontro e comunicação entre produtores e especialistas nacionais e internacionais.

 

Os grandes vencedores desta edição podem ser consultados aqui.

MONTE VELHO Branco 2016

Monte Velho Branco 2016 (1).JPG

 

Localizada no coração do montado Alentejano, em Reguengos de Monsaraz, a Herdade do Esporão é uma das mais emblemáticas Herdade e Quintas nacionais, com uns impressionantes 700 hectares de vinhas com cerca de 40 castas diferentes, de onde saiem alguns dos melhores vinhos Portugueses. Os seus solos são maioritariamente de natureza granítica-xistosa, com estrutura franco-argilosa.

 

Um dos vinhos mais vendidos do Esporão é, sem dúvida, o Monte Velho, conseguindo combinar vários factores de sucesso numa garrafa: qualidade, os melhores aromas e sabores dos vinhos Alentejanos, a um preço que fosse possível chegar a um maior número de pessoas.

 

 

O seu nome provém de um monte localizado na Herdade, junto à albufeira da Caridade.

 

Notas de Prova :

 

Agradável surpresa, este Monte Velho Branco. Bonita cor cítrica, aspecto bastante limpo e cristalino, apresenta boas notas cítricas de limão, ameixa e pêssego. Na boca, temos um vinho de médio porte, macio mas de consistência e intensidade assinalável, com boa em que as nota cítricas e floral se encaixam muito bem e tornam este vinho bastante equilibrado e muito gastronómico.

 

O seu final agradavelmente aromático, sólido e firme, com bom comprimento.

 

Classificação final : 16,0 valores

 

RegiãoAlentejo
Tipo de VinhoBranco
Ano2016
ProdutorHerdade do Esporão
CastasAntão Vaz, Roupeiro, Perrum
Teor Alcoólico13,00 %
ConsumoBeber

 

 

 

PRAZO DE RORIZ Tinto 2014

Prazo de Roriz 2014 (1).JPG

 

Um dos vinhos que mais me surpreendeu recentemente foi este PRAZO DE RORIZ Tinto 2014, pelo salto qualitativo que deu em relação às suas edições anteriores mais recentes, tendo-se aproximado da Gama do seu "irmão" P+S e até mesmo do Chryseia. Sinónimo de uma grande colheita, de trabalho bem feito, de um tinto muito bem desenhado, a um preço de mercado quase imbatível para a qualidade que exuberantemente exibe.

Com uvas provenientes da Quinta de Roriz e Quinta da Perdiz, vindimadas à mão, estagiou em cubas de inox e em barricas de carvalho francês de 400 litros.

 

 

Notas de Prova :

 

Rolha em excelente estado, molhada na base e sem progressão.

Cor rubi no copo, com laivos ligeiramente violetas, apresenta-se no nariz com notas de frutos vermelhos e floral. Na boca, é um tinto com bom corpo, macio e muito fresco, com especiaria, fruta é um toque mineral a dominar uma prova muito saborosa, num novo estilo Duriense que definitivamente veio para ficar, com vinhos mais leves, frescos e menor teor alcoólico. Merece claramente ser disfrutado desde já.

Termina com bom comprimento e persistência. Um upgrade em relação às mais recentes exições, equiparando-se a meu ver ao P+S.

 

Classificação Pessoal : 16,5 valores

 

 

RegiãoDouro
Tipo de Vinho         Tinto
ProdutorPrats & Symington
Ano2014
CastasTinta Barroca, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Amarela e Touriga Nacional
Teor Alcoólico14%
ConsumoBeber

MONTE DA RAVASQUEIRA Vinha das Romãs Tinto 2013

Monte da Ravasqueira Vinha das Romãs 2013 (1).JPG

 Localizado em Arraiolos, o Monte da Ravasqueira compreende uma área total de vinha de 45 hectares, na sua maioria com solos argilo-calcários com afloramentos graníticos. Toda a vinha encontra-se protegida por topografia montanhosa de floresta, ladeada por barragens e com uma altitude acima dos 250 metros, o que proporciona à vinha um clima fresco, ideal para combater temperaturas elevadas dos meses de maturação das uvas.

Em 2002, tomou-se a decisão de arrancar um conjunto de romãzeiras que ocupavam uma área de cerca de cinco hectares para se plantar vinha. Pretendia-se que o sucesso de maturação das romãzeiras pudesse transmitir-se na qualidade das uvas das castas Syrah e Touriga Franca, então plantadas naquela parcela que passou a chamar-se Vinha das Romãs.

 

 

 Notas de Prova :

Rolha em excelente estado, molhada na base e sem progressão.

Excelente nariz a fruta madura vermelha, especiado e com ataque mais fresco do que esperaria, este Vinha das Romãs apresenta-se como um tinto ainda jovem, mas já bastante afinado e polido para uma prova cheia de prazer. Muito sedoso, sem arestas, apresenta a textura macia, sedosa, plena de sabor. Os taninos são finos, muito bem desenhados, terminando longo, persistente e fresco.

Uma agradável surpresa este vinho, o meu primeiro Monte da Ravasqueira, que conquista em mim um fiel seguidor.

 

Classificação Pessoal : 17,0 valores

 

RegiãoAlentejo
Tipo de Vinho     Tinto
Ano2013
ProdutorMonte da Ravasqueira
CastasSyrah e Touriga Franca
Teor Alcoólico14,0%
ConsumoBeber

HERDADE DO ROCIM Touriga Nacional 2013

Herdade do Rocim Touriga Nacional 2013 (1).JPG

  A Herdade do Rocim é uma propriedade situada no Baixo Alentejo, entre Cuba e a Vidigueira, possuindo aproximadamente 120 hectares com vinha e olival, e que concilia a sua principal função (a de produção de vinho) com outras áreas de interesse, como cultura e lazer.

É caracterizada por possuir solos argilosos e arenosos, o que permite obter uvas de elevada qualidade e maturação, que se reflectem nos vinhos que produzem.

 

Notas de Prova :

Rolha em excelente estado, molhada somente na base. Bonita cor rubi concentrada, pleno de notas florais, menta, bastante especiado e raçudo, é um tinto carnudo, mastigável e que seduz pela sua opulência, sem contudo deixar de ser um vinho muito elegante..

Termina longo, persistente e com vontade de abrir a próxima garrafa!

 

Classificação Pessoal : 17,0 valores

 

RegiãoAlentejo
Tipo de Vinho    Tinto
Ano2013
ProdutorHerdade do Rocim
CastasTouriga Nacional
Teor Alcoólico14,00 %
ConsumoBeber / Guardar

MAGNA CARTA Reserva Tinto 2011

Magna Carta Reserva 2010 (1).JPG

 

 Rolha mau estado, quebradiça, molhada na base e com pouca progressão.

Cor granada bastante concentrada e definida, com laivos violetas, apresenta boas notas de fruta madura e frutos do bosque. Bom volume de boca, boa acidez, boa textura, é um vinho elegante, bem estruturado e sedoso, bom companheiro na mesa e conversador. Para a sua gama de preço, é um excelente vinho!

Guardei algumas garrafas em garrafeira e tem vindo a evoluir positivamente ao longo destes últimos anos, estando a meu ver no seu ponto ideal de consumo.

Termina longo e com muita elegância.

 

Classificação Pessoal : 16,5 valores

 

RegiãoAlentejo
Tipo de Vinho       Tinto
ProdutorCaves Velhas
Ano2011
Castas 
Teor Alcoólico13,5%
ConsumoBeber / Guardar

QUINTA DO ATAÍDE Reserva Tinto 2010

Altano Quinta do Ataíde Reserva 2010 (1).JPG

 

Localizada no Vale da Vilariça, a Quinta do Ataíde é uma das Quintas mais importantes do Douro, ocupando mais de 100 hectares de vinha. É caracterizada por possuir, além dos solos tradicionalmente xistosos, solos franco-arenosos, solos franco-limosos e, em alguns lugares, solos franco-argilosos, com a sua caraterística propensão para a retenção de água.

 

Esta é uma das garrafas que tinha guardada em cave desde à algum tempo, por ter a clara sensação de que necessitaria de algum tempo para se poder mostrar mais abertamente. E tudo o que posso dizer é que não me enganei...mostrou-se um belo tinto, bastante afinada e no ponto ideal de consumo.

 

 

 

Notas de Prova :

Rolha em excelente estado, molhada na base e com pouca progressão.

Cor escura, denso, mostra-se no aroma algo fechado mas são perfeitamente perceptíveis boas notas de frutos negros do bosque. No paladar, notas de chocolate e especiaria, ligeiro floral, é  um tinto rico, de bela textura, muito fresco, acidez muito correcta e com taninos requintados a proporcionarem uma prova cheia de classe.

Termina longo, muito persistente e cheio de sabor.

 

Classificação Pessoal : 17,0 valores

 

RegiãoDouro
Tipo de Vinho       Tinto
Ano2010
ProdutorSymington
CastasTouriga Nacional e Touriga Franca
Teor Alcoólico14,00 %
ConsumoBeber / Guardar

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Posts mais comentados

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.